terça-feira, 6 de novembro de 2007

Blyth Spartans x Hinckley United (Crônica Inédita)

Blyth Spartans x Hinckley United


Já ouviste falar do Blyth Spartans? E do Barrow? Que tal o Hinckley United? São todos clubes da 6a. Divisão-norte e alguns de seus jogadores são profissionais. O Brasil, como todos sabem, tem apenas 3 divisões nacionais, além dos inúmeros campeonatos estaduais e suas respectivas divisões. Já na Inglaterra, o sistema é bem diferente. Para começar, há a Barclay's Premier League e abaixo dela, mais três divisões: Coca-Cola Championship (2a. Divisão), Coca-Cola League One (3a. Divisão), e Coca-Cola League Two (4a. Divisão). Até aqui, tudo normal. Os 92 clubes destas quatro primeiras divisões são chamados de League Clubs. Eles representam a fina-flor do futebol inglês. Mesmo na 3a. divisão (Coca-Cola League One), há clubes que já foram campeões europeus como o Leeds e o Nottingham Forest. Os jogadores destes 92 League Clubs são todos profissionais de tempo integral, alguns deles ganhando mais de 100 mil libras (400 mil reais) por semana !

Como estão divididos os 92 League Clubs? Sabe aquelas aulas de geometria e de cálculo que você faltou no colégio? Vão fazer falta, mas farei um esquema para facilitar:


BARCLAY'S PREMIER LEAGUE – 20 clubes

Caem 3 para a Coca-Cola Championship ↓↓↓


COCA-COLA CHAMPIONSHIP – 24 clubes

Sobem 3 para a BARCLAY'S PREMIER LEAGUE ↑↑↑

Caem 3 para a COCA-COLA LEAGUE ONE ↓↓↓


COCA-COLA LEAGUE ONE – 24 clubes

Sobem 3 para a COCA-COLA CHAMPIONSHIP ↑↑↑

Caem 4 para a COCA-COLA LEAGUE TWO ↓↓↓↓


COCA-COLA LEAGUE TWO – 24 clubes

Sobem 4 para a COCA-COLA LEAGUE ONE ↑↑↑↑

Caem 2 para a BLUE SQUARE PREMIER ↓↓


Até aqui, a maior moleza, não é mesmo? Mas agora começa a complicar um pouquinho. A partir daqui temos os Non-League Clubs, ou seja, clubes que não pertencem à elite dos 92 clubes da Football League. A última divisão totalmente nacional – isto é, com clubes do país todo e não somente de uma região da Inglaterra – é a Blue Square Premier, o que em bom português (do Brasil) seria a 5a. Divisão. A imensa maioria dos jogadores é profissional, mas alguns são obrigados a dividir o futebol com outra atividade, ou seja, são semi-profissionais. Dentre os times desta 5a. Divisão há clubes importantes, como o Exeter City, time que em 1902 jogou um amistoso contra a primeira seleção brasileira da história; ou o Oxford United, que já foi campeão da F.A. Cup, o torneio de futebol mais antigo do mundo e do qual ainda falaremos. O Oxford joga em um moderno estádio para 12.500 pessoas, mas há também pequenos clubes, como o Farsley Celtic, que tem um estádio para somente 500 espectadores sentados e que na temporada anterior (2005-6) teve uma média de 390 pagantes. De qualquer forma, a Blue Square Premier ou 5a. Divisão tem seus resultados publicados nos jornais e vários dos seus jogos transmitidos por canais a cabo de televisão em rede nacional. E os dois melhores colocados sobem para a elite dos 92 League Clubs.


Abaixo da 5a. Divisão, não temos mais divisões nacionais e sim divisões regionais. Por exemplo: a 6a. Divisão é dividida em Blue Square North e Blue Square South, ou seja, 6a. Divisão-norte (onde estão os 3 clubes mencionados no início deste artigo) e 6a. Divisão-sul. Os melhores clubes de cada uma destas sub-divisões regionais, após o fim dos respectivos campeonatos disputam um playoff para estabelecer quais clubes serão promovidos para a Blue Square Premier. Os piores de cada sub-divisão também disputam um playoff para ver quem cai para as subdivisões da 7a. Divisão, por sua vez tripartida em Unibond Premier, BGB South Premier e Ryman Premier. Cada uma destas, por sua vez, subdivide-se em duas. O que faz com que tenhamos temos 6 subdivisões na 8a. divisão. Está difícil de acompanhar? Vamos fazer mais um esquema:


BLUE SQUARE PREMIER – 24 clubes


BLUE SQUARE SOUTH – 22 clubes BLUE SQUARE NORTH – 22 clubes


UNIBOND PREMIER -21clubes BGB SOUTHERN PREMIER-22 clubes RYMAN PREMIER-22 clubes


Aqui somente os times mais fortes têm alguns semi-profissionais e a maioria dos jogadores é composta por amadores. E assim continua até aproximadamente a 16a. Divisão, subdividida em inúmeras pequenas ligas regionais. Só para ter uma idéia: abaixo da 8a. Divisão, a 9a. Divisão tem nove pequenas ligas, cujos melhores clubes disputam um playoff para subirem um degrau na pirâmide do futebol inglês. Teoricamente, portanto, um time de amadores poderia ir subindo, subindo, até chegar na Premier League... Além de absolutamente improvável, todavia, iria demorar quase uns vinte anos, mesmo que o time fosse promovido todo ano.

É claro que além disso há também as Sunday Leagues, compostas somente por amadores sem maiores pretensões, veteranos barrigudos, no melhor estilo solteiros x casados. Como o nome indica jogam sempre aos domingos. É para o pessoal poder assistir aos jogos das ligas mais importantes, que acontecem (quase) sempre aos sábados. Eta pessoal fominha...


Um comentário:

Romulo disse...

Está tudo muito bem explicado, coisa de professor. Mas você deu a entender que as quatro primeiras divisões desfrutariam de um mesmo status, “a fina-flor” do futebol inglês... No caso, desfruta-se, mais ou menos, de um mesmo nível salarial nas quatro primeiras divisões? Não existe então o estigma do rebaixado como aqui no Brasil? A contratação de jogadores internacionais também corre solta nos times que não pertencem a Premier League? Seja como for, outro dia li que o ministro dos desportos da Inglaterra atacou o salário do Terry, pois seria “obsceno ganhar 216.300 euros por semana”. Abraços!